Resenha de Série: The O.C @elanamoreira

Por Elana (@elanamoreira / Huntersculture)

Oi gente, tudo bem?

Hoje vou falar de uma série antiga. Lembra que eu disse que tentaria seguir esse estilo? Uma semana uma série mais nova, outra mais antiga. É claro, se vocês gostarem assim. Depois digam o que estão achando, ok?

Enfim, como eu dizia, a série de hoje foi bastante conhecida na época e eu acho que a maioria já pelo menos ouviu falar. Estou falando de The O.C.
 O condado de Orange County, na Califórnia, é um paraíso ideal: uma rica comunidade onde tudo aparenta ser perfeito. Mas debaixo disso há um mundo de troca de lealdades e identidades, de adolescentes vivendo vidas secretas escondidos de seus pais, e pais vivendo vidas secretas escondidos de seus filhos.

The O.C. é uma história sobre pais e filhos, maridos e mulheres, e a chegada da idade adulta para quatro adolescentes. A chegada de Ryan é o catalisador das novas alianças que serão formadas, velhos romances que voltarão à tona, e o surgimento de amizades inesperadas.
Produzida por Doug Liman (A Identidade Bourne) e McG (Fastlane).
FONTE: ORANGOTAG
The O.C. (The O.C.: Um Estranho no Paraíso (título no Brasil) ou The O.C.: Na Terra dos Ricos (título em Portugal)) é uma série de televisão produzida pela Warnerrelata a história de um grupo de adolescentes e das suas famílias que vivem em Newport Beach, do Condado Orange, na Califórnia. Foi a primeira série juvenil a ter agradado o público de qualquer parte do mundo. Criada por Josh Schwartz, a série foi para o ar a primeira vez a 5 de agosto de 2003. É uma série que tenta aliar comédia e drama com uma trilha sonora juvenil, sem ter nomes sonantes da música comercial mas sendo, ao mesmo tempo, muito atual.
FONTE: WIKIPÉDIA
 Ryan é um garoto que vive em Chino, tem uma mãe alcoolatra, um pai que está preso e um irmão indo pelo mesmo caminho. Ele acaba ajudando o irmão em um roubo de carro e indo preso por causa disso. Mas como ele não tem antecedentes criminais e é menor de idade, Sandy Cohen, seu advogado, consegue tirá-lo da prisão.

Porém, sua mãe cansada de tudo aquilo o expulsa de casa e ele não têm pra onde ir. Então ele liga para Sandy e este o abriga na casa dele no fim de semana, até que a assistência social abra na segunda feira. Acontece que Sandy é muito rico e mora em um lugar em que todas as pessoas são muito ricas. E fúteis. E esnobes.

Enquanto Sandy entra na casa para conversar com sua esposa (que provavelmente não irá gostar nada disso) ele conhece Marisa, a vizinha, que também é rica e vive uma vida perfeita, entre um namorado rico e perfeito, muitas festas badaladas (com muita bebida e droga), amigos ricos e perfeitos entre outras coisas…Ricas e perfeitas(ou nem tão perfeitas assim.).

No fim de semana que ele passa lá (realmente a mulher de Sandy, Kirsten, não gostou muito) ele também conhece o filho de Sandy e Kirsten, Seth. Seth é um garoto tímido, que odeia todo aquele mundo em que vive. Então ele não tem amigos, só fica dentro de casa jogando videogame e lendo gibis, ou velejando e sonhando com Summer, que é apaixonado desde os 10 anos de idade, mas que nem sabe da existência dele. Ryan é o primeiro amigo que ele faz.

Summer é uma garota também rica, também fútil, também metida, com a mesma vida de Marisa. Alias, elas são melhores amigas. Bom, eu não posso dizer muita coisa senão seria spoiler, mas é claro que todo mundo já descobriu que, devido a várias circunstancias, Ryan acaba indo morar lá permanentemente. E como diz na sinopse, quando ele chega, muitas coisas mudam. Relacionamentos são desfeitos, outros são feitos, segredos deixam de ser segredos e amizades novas (e que ninguém imaginava) são criadas. É claro que nem tudo é por culpa dele, mas a série realmente começa com sua chegada naquela terra de ricos.

É claro que para Ryan não é fácil. Apesar de o fato de estar morando ali foi a melhor coisa que poderia ter acontecido pra ele, e ele é realmente agradecido por isso, acostumar com aquele mundo será um pouco complicado. E aquele mundo acostumar com um garoto que morava em Chino e entrou para comunidade deles também não será da noite para o dia.

Ryan é um garoto calado, sério e tem um estilo de Bad Boy, mas na verdade, tem um coração de ouro e está pronto a ajudar todo mundo. Mesmo que isso o meta em várias confusões.

A série gira em torno então desses quatro adolescentes, dos problemas na vida deles, entre família, escola, adolescência, drogas, dinheiro, a falta inesperada do dinheiro, amores, entre outras coisas. Mas na verdade a vida de todos naquela comunidade é explorada de uma forma completa e todos os núcleos tem a sua vez.
 É uma série teen, mas digo que o drama é o que está mais presente ali. Se eu pudesse ficaria aqui o dia inteiro contando para vocês sobre cada momento dessa série e provavelmente iria chorar o tempo inteiro. Mas eu não posso, então so digo que vale muito a pena. Ela é triste e emocionante, mas também é linda e tem suas partes de comédia (isso Seth garante…o maior piadista da série!).

A série tem apenas 4 temporadas. Ela tinha potencial para muito mais (assim como One Tree Hill, que teve 9 temporadas) mas certos fatos aconteceram que acredito, ajudou no cancelamento prematuro da série. Mas não se preocupem! Tem um final e diga-se de passagem, ele é lindo!
 Eu comecei a assistir tudo de novo e estou fazendo maratona. E amando! É muito bom ver todos os personagens novamente, todos os seus dramas, toda a parte engraçada e claro, toda a parte romântica também!

Ah, e não posso deixar de dizer que a trilha sonora é perfeita! E olha que na maioria das vezes eu não reparo muito na trilha, mas em The O.C não dá pra passar despercebida! Fica a dica para quem gosta de trilhas sonoras!

Video: http://www.youtube.com/watch?v=qZ9weWC3g3c

Beijos

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha de Série: The O.C @elanamoreira

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s