O Diário de Jack, O estripador.

Oi turma tudo bem?
O post hoje vai ser um pouco corrido! To super atarefada!

Mas antes da resenha, quero uma sugestão de vocês.
Como acham que poderia fazer o post com novidades das Editoras?
Podem perceber que ando escrevendo quase nada sobre o assunto. É muita informação (muita mesmo), a quantidade de blogs que postam elas é bem grande, sendo assim não sinto grande necessidade de estar postando essas coisas para vocês o tempo todo.

Sem falar que de algumas Editoras parcerias, não recebo novidades e nem newsletter que assinei, como isso toma um tempo absurdo, acabo não postando nada.
Mas quero a sugestão, como poderia fazer esse post? Quinzenal, mensal? Pra não ficar uma coisa repetitiva?
Ou postar apenas no Facebook? Por enquanto uso esse álbum aqui: “Lançamento das Editoras Parceiras“, se alguém tiver uma sugestão me fale! Se alguém também receber news de alguma editora, por favor, seja bondoso e me mande via e-mail?

Vamos ao que interessa agora?

O Diário de Jack, o Estripador (Shirley Harrison)


Sinopse:
Estou com medo de olhar tudo o que escrevi. Talvez fosse mais sensato destruir isto, mas em meu coração não consigo me obrigar a fazê-lo. Já tentei uma vez, mas como o covarde que sou, não consegui. Talvez em minha mente atormentada eu deseje que alguém leia isto e entenda que o homem que me tornei não era o homem que um dia fui. O que está por trás do polêmico diário atribuído a Jack, o Estripador, um dos mais cruéis psicopatas da História.

Título: O Diário de Jack, o Estripador
Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Páginas: 504
____________________________________________________________________________________________________
Vocês podem me chamar de ignorante e tudo mais, mas não tinha ideia de que Jack realmente foi um assassino real e que matou prostitutas em 1880… Muito me surpreendeu esse livro.

O diário de Jack, o Estripador, não é uma história, não é uma biografia, mas sim um livro onde tenta relatar o que possivelmente aconteceu com o suposto Jack. Os estudos que muitos especialistas, jornalistas e policiais ao investigarem um diário que pode ser do assassino.

Em muitos momentos Shirley nos ressalta no livro que muitos especialistas acham que o diário é falso, já outros tem certeza absoluta que ele é verdadeiro. A autora escreve o livro deixando que o próprio leitor tirasse suas conclusões, deixando questões, apresentando hipóteses que ela mesma tirou em anos.

Existe no livro muitas partes do diário, tal qual:
“Amanhã comprarei a melhor faca que o dinheiro pode comprar, nada será bom demais para as minhas putas…”


O suposto Jack chamava-se James Maybrick (foto), ele era comercialmente, casado com uma jovem mulher chamada Florence (foto).
Os instintos assassinos de James foram aflorados depois que descobriu a traição de sua mulher – ele mesmo relata essa culpa em partes do diário, falando que ele se tornou um monstro por causa dela.

Os relatos são extremamente frios e chocantes. Ok, para quem lê e assiste Dexter, pode achar comum ver essas coisas, mas não é. Jack foi um maluco que inclusive até no leito de morte não pensava outra coisa.
Apesar do tema ser pesado, triste e frio, a leitura foi fácil, pela curiosidade que tive do assunto, fiquei surpresa. É óbvio galera, não é um livro que recomendo, quem gostaria de ler, tem que procurar e tiras suas próprias conclusões da vida perturbadas que James teve.


Outra coisa que devo ressaltar é fotos dos assassinatos, cópias do diário original que estão anexas no final do livro. Shirley fez um estudo profundo do assassino e merece seu destaque por isso.
Se alguém ler, ou tiver curiosidade, me avise para a gente debater o assunto!

Anúncios

10 comentários sobre “O Diário de Jack, O estripador.

  1. Rayme disse:

    sobre a sua pergunta, eu acho que quinzenal é legal! mensal acho que é muito pouco
    então me chame de ignorante tbm, pois eu pensava que o Jack era só ficção Oo ahahaha
    meu deus, fiquei super curiosa em ler o livro! deve ser muito bom *-*
    vc não quer me emprestar ele não? 😛

    • Helana Ohara disse:

      Ah acho que quinzenal é melhor? Também acho que quinzenal é melhor… Sei lá é muita muita informação para um post só.
      Menina o livro é louco, não sei dizer o que achei dele, é maluco e PONTO.

  2. Oi Lanaaa!!!

    Eu acho que quinzenal ta bom mesmo…
    Quase toda semana eu vejo as mesmas novidades em váários blogs…

    Amigaaa *-*
    Vi esse livro na bienal mas não comprei…
    Tava R$ 39,90
    Achei caro…
    Vou esperar alguma promo do Sub ou da Saraiva! rsrsrsrs

    Se tem uma coisa que eu gosto muito de ler são diários (Só os livros hein!!!)
    Dá pra descobrir tanta coisa sobre determinada pessoa!!!
    Outra coisa que gosto, é de terror.
    Aqui tenho os dois juntos!!! *-*

    Pode deixar que vou comprar ele e volto para debatermos o assunto!!!

    Beijokas!

  3. Já tinha ouvido falar deste Jack, e sabia que ele tinha realmente existido e só, não sabia mais nada. O livro eu não conhecia e confesso que acho que não teria coragem de ler, não gosto muito de assuntos pesados como esse. Mais é curioso, isso é. Haha

    Bjin
    Gíih
    Livros Lovers

  4. endryelles disse:

    Flor, realmente não é o meu tipo de livro… Sou medrosa e sensível ao extremo! Até quando assisto algumas reportagens mais fortes já fico mal depois, imagina lendo. :/

    Beijo grande :*

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s