Crônicas&Desabafos: Sobre infância, adolescência e afins

Por Laís ( I feel Pretty/Unpretty)


27 de junho, 2012
Reportando ao vivo do campinho de futebol atrás do meu trabalho, eu vejo crianças fazendo exercícios físicos às oito e tanto da manhã. Eles não estão completamente dispostos, mas cumprem a série que a professora passa: alongamento, caminhada, corrida. Agora eles vão fazer algum tipo de competição com bolas. Começaram a se empolgar. O espírito de equipe não se faz exatamente presente mas, como uma das crianças disse, o importante é se divertir. E, wow!, o time das meninas vence, apesar de estar em menor número.

Enquanto observo eles brincando e aproveito para pegar um pouco do sol da manhã, fico pensando em minha própria infância. Na época em que eu tinha a idade que eles têm hoje – entre 7 e 14 anos, aproximadamente – as coisas eram bem diferentes. Minhas colegas e eu brincávamos de elástico, amarelinha, pulávamos corda e andávamos de bicicleta ao redor do quarteirão. Ou apenas ficávamos sentadas, rindo e comentando a aula do dia anterior ou sobre outras garotas. Sinto a diferença entre as crianças daquela época e as de hoje. Hoje em dia elas são mais independentes: as meninas usam muita maquiagem e pouca roupa; os meninos ouvem músicas depreciativas e agem como membros de gangues. É gritante o modo como as coisas mudaram. A infância vai diminuindo a cada dia. Estamos perdendo as crianças e ganhando mais adolescentes.
Adolescentes têm características distintas. Eles são emocionalmente independentes dos pais, preferindo se apegas às amizades e ir para baladas. Começam a trabalhar mais cedo, tornando-se financeiramente independentes, também. Compram seus equipamentos eletrônicos, não dão satisfação de onde estão ou com quem estão. Iniciam sua vida sexual cada dia mais cedo, muitas vezes sem saber sobre o assunto e, como consequência, tornando-se pais prematuros. Crianças cuidando de crianças.
Fico imaginando o que essas crianças/adolescentes se tornarão no futuro. Grande parte deles não se importa com estudos, faculdade, carreira. Para eles, está muito bom se conseguirem um “bico” como garçons, manicures ou cortadores de cana. Por favor, não pensem que estou desmerecendo tais trabalhos. Apenas acredito que a geração jovem atual tem potencial e capacidade para se tornar mais no futuro.

Laís escreveu esse texto ouvindo crianças gritando e pulando.

Anúncios

5 comentários sobre “Crônicas&Desabafos: Sobre infância, adolescência e afins

  1. Rayme Arenhart Datsch disse:

    é gritante o modo como as coisas mudaram mesmo, e isso me assusta bastante!
    realmente, as crianças e jovens de hoje em dia estão se tornando “adultos” cada vez mais rápido, e eu me espanto com a quantidade de jovens usando drogas… e achando tão normal…
    graças a Deus ainda não aconteceu nada parecido com alguém próximo a mim, mas nunca se sabe o dia de amanhã não é?! =/

  2. Oi Laís, já posso dizer que virei sua fã?
    Seu texto me recordou minha infância, elástico e amarelinha para mim eram tudo.
    E infelizmente hoje em dia não é mais assim..
    Concordo em gênero, número e grau com tudo o que você falou.
    Parabéns pelo excelente texto!
    Beijão

  3. Gente que lindo, tenho uma fã! Obrigada, Ananda *-*
    Não sei se é só no interior que está assim, mas é gritante e horrível o modo como a infância mudou. A cada dia que passa eu percebo mais claramente isso, principalmente no meu local de trabalho. E elas não têm jeito: desobedientes, péssimo comportamento, zero educação; Espero que isso mude um dia.
    Beijos, meninas ❤

  4. Yohanna Elizabeth disse:

    Nossa, parabéns pelo texto Laís.
    De certo modo, não há tanto tempo minha infância assim, haha.
    Mas, ainda assim, é visível a mudança. Éramos verdadeiramente crianças. E mais nada. Tudo o que você citou no texto é, infelizmente, a realidade.

    Beijos !

  5. alinetkm disse:

    Gostei muito do post e concordo plenamente. Isso me assusta muito, de ver as crianças crescendo cada vez mais depressa. Brinquei de boneca até os 13, 14 anos, hoje aos 9 as meninas já não querem saber desse tipo de brincadeira. Honestamente, nunca gostei de adolescentes (nem quando eu mesma era uma haha), e hoje em dia parece que eles estão ainda “piores”.

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s