Resenha: Cruzando o Caminho do Sol

Olá amores tudo bem?
Bom hoje a resenha é de um livro que trata dois assuntos bem delicados. A exploração sexual e o tráfico humano.
Quando comecei a ler Cruzando o caminho do sol, não tinha idéia do esperar do livro… Enfim, é surpreendente.

 

Cruzando o Caminho do Sol
Corban Addison

Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um… Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.

Edição: 0
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630090
Ano: 2012
Páginas: 448
_________________________________________________________________________________________________________
Corban Addison nos apresenta três protagonistas nessa história: Ahalya e Sita, duas irmãs indianas que perderam sua família em um Tshunami na cidade delas. E Thomas, jovem advogado tentando recuperar seu casamento e sua dignidade.
O livro começa com Ahalya e Sita em sua casa na Índia, sua família, mostrando um pouco do dia-a-dia deles. Nas primeiras páginas já somos transportados para o terror que a vida delas vai ser assim que o Tshunami atinge a localidade em questão.
As meninas perdidas, encontrando o corpo de cada membro da família, resolvem, claro pedir ajuda a estranhos, a idéia delas é ir até a escola onde estudam e pedir ajuda alguém.
Eis que o destino delas é traçado de forma totalmente diferente.

Nesse meio tempo Thomas está nos EUA trabalhando em uma Empresa de Advocacia, muito perdido por sua esposa a indiana Prya ter o abandonado – ok, não é por menos, Thomas estava traindo-a.
A vida de Thomas poderia ter sido perfeita se não fosse a burrada de trair sua esposa, mas também se não fosse isso o destino dele e das irmãs não seria cruzado.

Ahalya e Sita são mal tratadas, vendidas para uma casa de prostituição em Mumbai, lá as irmãs são mal tratadas, comem mal, dormem em um quartinho com pouca luz – só que mesmo assim não perdem a esperança de um dia ter a vida que viviam novamente.
Thomas acaba indo para a Índia trabalhar em uma organização que investiga tráfico humano, exploração de menores é nesse ponto que o caminho dele se cruza com o das irmãs.

Corban nos mostra um Mundo de piedade nesse livro. Um assunto que é pouco abordado – o tráfico humano. O autor consegue detalhar muito bem como essas meninas são usadas e mal tratadas pelas pessoas, tanto homens quanto mulheres. São jogadas de um lado para o outro como se fosse uma bolsa, uma mala! Vivem em estado deplorável e são muito castigadas até quando adoecem.
No final das contas Sita acaba sofrendo muito mais que a irmã mais velha em menos de 4 meses a menina é levada a 3 países diferentes, com pessoas cada vez mais brutas de olho nela.

Os detalhes dos acontecimentos relatados por Corban impressionam, apesar de o livro ser uma ficção percebe-se que o autor estudo profundamente o assunto antes de escreve, o leitor fica impressionando, triste e até feliz quando algo bom acontece com as meninas.
É quase impossível não se apegar por Sita ou pelo esforçado Thomas.

Cruzando o caminho do sol é um livro com uma história fantástica, impressionante e com um final digno de filme. Um assunto que merece atenção as autoridades, se trágico de drogas é um problema sério, tráfico humano é mais delicado ainda.
Leiam o livro e me digam o que acharam. Certamente Corban Addison vai para a estante dos preferidos.


“ Não, não chore; nova esperança, novos sonhos, novos rostos,
E a alegria não vivida dos anos que estão por vir.
Vai mostrar que o coração pode enganar o sofrimento.
E que os olhos podem as próprios lágrimas iludir.”
Pág 49

Anúncios

19 comentários sobre “Resenha: Cruzando o Caminho do Sol

  1. Yohanna Elizabeth disse:

    Nossa, essa resenha ficou maravilhosa Helana.
    Esse livro, pela capa, não imaginamos (pelo menos não eu) que se trate de um assunto tao serio, quanto o tráfico de pessoas. Esse livro é bem interessante *-* Ah vou ver se ganho ele, pelo contrário, compro futuramente 🙂

    Beijos

    • Helana Ohara disse:

      É também fiquei chocada como as pessoas podem ser assim 😦 Muito triste ler uma história dessas e mesmo na ficção saber que tem pessoas que sofrem com isso.

      Own obrigado. Mesmo *-*

  2. alinetkm disse:

    O kit desse livro é muito bem feitinho, a capa é linda e a história parece ser realmente bem tocante. Mal vejo a hora de lê-lo. O tema é triste e faz parte da realidade em lugares diversos do mundo todo. Acho interessante que os livros abordem questões sociais em seus enredos, é uma forma de levar determinados problemas ao conhecimento de mais gente.

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

  3. Marília Maciel disse:

    Já vi muitos filmes tratando de tráfico humano e exploração sexual infantil, mas livro de ficção é a primeira vez. Gostei bastante da resenha e espero ter a oportunidade de ler o livro em breve.

  4. Lívia Dias Ferreira Pedrosa disse:

    Nossa, nunca ia imaginar que se tratava de um assunto tão sério assim.
    Sua resenha ficou perfeita e me deixou com vontade de ler o livro , parabéns !
    bjs 🙂

  5. Cris Aragão disse:

    O assunto desse livro é muito sério e dramático e parece que o autor o tratou de maneira adequada, com muita sensibilidade. Mal posso esperar para ler.

  6. adoro livros que contam histórias sobre outros países…Fiquei curiosissima agora hein!!!Quero saber o que vai acontecer com as garotas!!!!!
    Quando vi esse livro, não pensei que se tratasse de uma historia como essa…Imaginei, sei lá, alguem indo em direção ao sol…Bobagem né?
    Mas gostei bastante da resenha!!!
    Bjos

  7. Como disse no “leiturasdepaty” … Adorei a resenha, rs.
    Muito boa mesmo, parabéns.
    Fiquei com muita vontade de ler, a história parece ótima.
    Adoro livros assim. Acho linda a capa desse livro.
    E quero muito tê-lo 🙂
    Beijos

    • Helana Ohara disse:

      A Capa dele é bem bonita, a diagramação dele é simples mais tem uns detalhes legais e claro o kit é bacana.
      Que bom que curtiu a resenha! Boa sorte viu.

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s