Megh Stock – Minha Mente Está em Seu Caos (2011)


Por Michael (@MichaelBaleeiro)


Leitores, venho hoje me despedir de vocês. Infelizmente, por motivos particulares, não poderei dar continuidade na coluna musical do In The Sky. O texto de hoje será o último publicado. Gostaria de aproveitar essa oportunidade para agradecer a todas as pessoas que leem está coluna, a todos os que acompanham, que gostam do que eu escrevo ou simplesmente gostam de música. Quero agradecer muito aos comentários. Sempre acompanho os textos para ver novos comentários e fico muito feliz por ver um resultado positivo dos leitores. Então agradeço a vocês por acompanharem o meu trabalho. Fiquei feliz em apresentar artistas novos a vocês, fugindo um pouco de todos os clichês que a mídia musical tenta fazer com que engulamos. E quero mais uma vez, agradecer a Helana pela ótima oportunidade dada a mim de contribuir para a expansão do blog. Despeço-me com mais uma resenha, de uma cantora não muito conhecida também, mas transbordando talento. Fiquem todos em paz. Até uma próxima.

Megh Stock – Minha Mente Está em Seu Caos (2011)

Há tempos venho adiando essa resenha. Não sei exatamente o motivo, mas o que mais chega perto de descrever o sentimento que sinto nesse momento é o medo. Medo de acabar estragando tudo. Medo de não conseguir realizar meu trabalho bem. E medo de não conseguir expressar da forma certa a minha incrível admiração por esse CD que sem dúvidas foi o melhor de 2011 para mim.

Em 2006, Megh fazia parte da banda Luxúria, como vocalista. A banda, que mostrava um lado do rock brasileiro agressivo e intenso começou a ganhar muito espaço e um grande reconhecimento, tocando em vários festivais e abrindo os shows de ótimos artistas como Pitty e Evanescence. Três anos depois, em 2008, a banda chegou ao fim e a cantora começou a trabalhar em outro projeto. Da Minha Vida Cuido Eu, primeiro CD do projeto que leva o próprio nome da cantora, foi lançado em 2009. No álbum foram incluídas algumas canções que já eram apresentadas na época do Luxúria, como por exemplo, A Porta, Personagens e Feita de Papel. Mas o que realmente chamou a atenção de todos foi a mudança feita por Megh no novo trabalho. As guitarras pesadas e os gritos fortes foram trocados por arranjos com Saxofone e vocais mais calmos e bem controlados. A mudança não agradou a todos, mas particularmente, me fez ser mais fã do que nunca da Megh Stock.

Então, no meio de 2011 foi informado que o novo CD da Megh Stock estava sendo gravado. O dia 11 de Novembro foi muito aguardado, trazendo junto com o próprio CD da Thais Bonizzi (que já resenhei no Blog), esse notável trabalho da Megh. Minha Mente Está em Seu Caos é composto por 11 faixas. Megh Stock além de cantora é compositora também e o CD é quase todo autoral, com exceção da faixa Cilada, escrita pela Marina Reis. Cinthia Jardim também aparece em parceria na composição em Caixa Preta e o Davi Oliveira em Aqui Jaz. O CD abre com O Rei, começando de modo bem tranquilo e aumentando suas proporções até chegar no refrão. Uma influencia bem maior do Jazz é percebida neste trabalho do que no primeiro. Vestido de Festa chega para provar isso. Canção inspirada no filme Chega de Saudade, chega bem no estilo ‘baile’ com arranjos simples, porém completos, onde a Megh pode explorar sua voz de um modo lindo, consegue inovar no arranjo trazendo coisas muito diferentes e ainda com um bom pé no Rock. Logo em seguida temos uma das músicas mais tristes do álbum. Em Voz Alta retrata todo o sentimento da perda e nos toca emocionalmente de um modo indescritível. A quarta música de CD é Dúvidas, que para mim, é uma das melhores letras que a Megh já compôs. Essa música trás um lado muito pessoal meu e por isso pode ser considerada a minha preferida, sendo este momento o ponto alto do álbum.

Não demora muito e outra música incrível vem nos acompanhar. Outra letra sensacional da Megh Stock, Sambando Só mostra a incrível capacidade dessa artista de transitar entre estilos totalmente diferentes. Seguindo um estilo de samba muito diferente, a cantora construiu uma canção admirável, fazendo qualquer um que ouça o verso escrito e cantado por Megh sinta certa tristeza pelo sentimento expressado na canção. Na Hora, outro Jazz feito por Megh Stock trás todo um sentimento de libertação. Com um arranjo incrível, Megh completa mais uma música com ótima qualidade.

Aqui Jaz vem para preencher o Rock que alguns sentiam falta. A música mais pesada do álbum aparece em ótimo momento, colocando tudo em seu devido lugar. Conhaque chega como mais uma música triste. Acompanhada em voz e violão, a canção é outra incrível composição, falando de um relacionamento, não de uma forma boa e nem de uma forma totalmente ruim. Mas sim com todos os problemas que estamos sujeitos a ter. Se encaixando em um lado Soul da música, o álbum nos prepara para o seu fechamento com Caixa Preta, onde em uma levada mais agitada, o desapego é o sentimento que nos acompanha nessa faixa. E finalizando o CD de uma forma totalmente Jazz de barzinho, temos Cilada, com uma interpretação linda. E assim o álbum termina, tranquilizando todo o caos da mente de Megh Stock.

Este álbum me tocou de várias formas, muitas delas indescritíveis, mas muito importante para mim. Então, deixo aqui registrado o meu enorme agradecimento a Megh Stock por fazer o seu trabalho de uma forma tão linda e sincera. Que um reconhecimento maior a esse trabalho seja conquistado, pois é mais do que merecido.

Vestido de Festa


Dúvidas


Sambando Só
[www.youtube.com/watch?v=QuGs_TdpjCM&feature=related]

O Rei


_______________________________________________________________________________________________________________


Ps: Foi uma honra muito grande ter o Michael como colunista de música aqui no In The Sky, os textos deles são sempre muito sentimentais e verdadeiros, dando muita realidade e claro, deixando nossos leitores com o gosto e vontade de escutar tudo que ele indica.
Obrigado pela atenção e carinho em seus textos, são sempre muito visitados e recebo bastante elogios a sua pessoa. Lembre-se que as portas do In The Sky estarão abertas para você sempre. E sucesso em sua jornada, você merece.

Anúncios

4 comentários sobre “Megh Stock – Minha Mente Está em Seu Caos (2011)

  1. Jonas disse:

    Bem, quando eu estava lendo o texto parei pra pensar em qe mundo nos estamos? Com tantas musicas boas por ai e a mídia musical nos trazendo esse lixo+universitário em qe só se ouve nas rádios. Sem dúvidas para mim Minha Mente Esta Em Seu Caos foi o melhor disco de 2011. Ou foi o qe mais surprendeu. A Megh faz me deixar todos os dias cantando as belas musicas dela. Faz ser a minha cantora favorita. Ah o texto está ótimo. Abraço. Jonas

  2. Adorei!!! Super o meu estilo!! Ela tem uma voz muito linda e é uma ótima intérprete! Me apaixonei por Vestido de Festa, principalmente. Normalmente eu dou preferência pra música brasileira, tem tanta coisa maravilhosa por aí!

    Ju

  3. Tomas disse:

    Po faltou falar de ‘Foguetes’ que para mim tem o melhor arranjo e envolvimento dos musicos que tocaram ao lado de Megh Stock! Mas no resto o texto tá blz. 😉

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s