{Para as férias 05} Especial de 2012, The Hunger Games

Por Michael (@MichaelBaleeiro)

O ano está começando e achei mais do que adequado um post especial de 2012. Como comecei a escrever algumas coisas sobre livros no blog, gostaria de falar sobre uma obra da qual todos provavelmente já conhecem e já falaram sobre isso. Mas como no In The Sky ninguém havia comentado sobre ela, gostaria de deixar registrado aqui todos os meus grandes elogios pela obra. Estou falando de Jogos Vorazes.

Li a trilogia em 2011, deixando assim o ano extremamente interessante. Jogos Vorazes foi ganhando fãs pouco a pouco e hoje é uma das grandes obras literárias do gênero ‘Jovem Adulto.’ Para as pessoas que ainda não conhecem a estória, vamos ao que interessa.

Jogos Vorazes mostra uma America no Norte destruída por uma grande guerra. Das cinzas da guerra, surge Panem, um país onde, ao invés de Estados, o lugar é dividido por distritos. 13 distritos mais a Capital, que é o centro do poder, formam o país onde antigamente era os Estados Unidos. Pela forma injusta da Capital governar o país, os 13 distritos organizam uma rebelião contra a Capital. A época que fica conhecida como ‘Os Dias Escuros’ termina com o fim do distrito 13. E como formas de punição aos 12 outros distritos são realizados anualmente os Jogos Vorazes. O evento consiste no sorteio de um garoto e uma garota, de 12 a 18 anos, de cada distrito. Assim, as 24 crianças são levadas para uma arena na qual apenas uma poderá sair viva. Para completar, o evento é televisionado 24 horas por dia, sendo como obrigação de toda a Panem assistir suas crianças morrendo. E é nesse contexto em que somos apresentados a Katniss, protagonista da estória. Depois da morte de seu pai, dês dos 12 anos Katniss precisa levar sua família nas costas para sobrevivência de sua irmã Prim e sua mãe. Na 74º edição dos Jogos Vorazes, Katniss vê a morte de sua irmã mais próxima do que nunca quando ela é sorteada para representar o distrito 12 nos Jogos Vorazes. Na tentativa de manter sua irmã viva, Katniss se oferece como tributo no lugar de Prim. Mas Katnnis se vê realmente perdida quando descobre que o garoto sorteado do distrito 12 é, nada mais nada menos do que Peeta, garoto que há anos atrás salvou sua vida. Matar ou morrer? Essa é a questão que Katniss precisa encarar por toda a estória.

– Algum último conselho? – pergunta Peeta. – Quando o gongo soar, deem o fora de lá. Nenhum dos dois está preparado para o banho de sangue na Cornucópia. Simplesmente sumam de lá, distanciem-se o máximo que puderem um do outro e dos outros tributos, e achem uma fonte de água – diz ele. – Entenderam?

– E depois disso? – pergunto. – Fiquem vivos.

O primeiro livro é incrívelmente ótimo. Muito bem escrito, bem amarrado, ótimos, eu disse ótimos personagens e cenas incríveis. O choque que o leitor recebe em cada capítulo acompanha a obra até o fim. Não consigo indicar pontos negativos sobre o livro. Não sei se o motivo é por eu ser um fã ávido, ou por o livro ser realmente bom. Essa qualidade se estende por toda a trilogia.

Logo Em Chamas segue com os acontecimentos de alguns meses após o fim do primeiro livro. O início de Em Chamas é mais lento, mas o nível de tensão que Suzanne Collins nos passa é gigante. O segundo livro mostra as conseqüências do fim dos Jogos Vorazes do primeiro livro. A segunda obra é recheada de ação, suspense e o bom e velho romance. Considero o segundo livro o melhor da série. É perfeito. PERFEITO.

A Esperança chega para terminar a série e deixar um grande vazio para os fãs. No último livro chegamos à guerra que vai mudar o rumo de todas as vidas dos cidadãos de Panem. Collins escreveu de forma crucial uma grande obra, terminando de forma tristemente inteligente.

A Trilogia Jogos Vorazes vai além de uma série adolescente. Na verdade, a estória é uma grande crítica a sociedade. Coisas como as narradas no livro já chegaram a acontecer em meio a história humana, e os humanos podem chegar a alcançar um nível de crueldade bem grande ao do cenário distópico. Até quando vamos ficar parados vendo a violência ganhar status cada vez mais altos? Pontos como esse são discutidos em uma linguagem fácil para adolescentes, mas não subestimando a mente dos adultos. Suzanne Collins escreveu uma obra que agrada todos os tipos de pessoas, escrevendo de uma forma cruel, acabando com personagens e criando um cenário mortífero.

– Você está querendo dizer que não vai matar ninguém? – Não, quando surgir a oportunidade, tenho certeza de que vou matar como qualquer outro tributo. Não posso cair sem lutar. Só fico desejando que haja alguma maneira de… de mostrar à Capital que eles não mandam em mim. Que sou mais do que somente uma peça nos Jogos deles. – Mas você não é. Nenhum de nós é. É assim que os Jogos funcionam.

A adaptação cinematográfica do primeiro livro já foi feita e será lançada em 23 de Março de 2012. O filme, diferente do que na maioria das vezes acontece, sugere ser uma ótima surpresa para os fãs, com uma incrível fidelidade à estória. Nem preciso dizer que estarei na Pré-Estréia dia 22 a meia noite, certo? Fiquem bem e ‘que a sorte sempre esteja a seu favor.’

Trailer

Anúncios

7 comentários sobre “{Para as férias 05} Especial de 2012, The Hunger Games

  1. Fernanda Souza disse:

    Me sinto um ET por não ter lido nem um dessa série.
    Todos elogiam e eu ainda nem tenho D:
    Tenho que ler antes que chegue ao cinema, senão depois eu desanimo rsrs.
    Beijos
    @LeitoraIncomum

    • Helana Ohara disse:

      HSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUA, Fernanda, eu não me sinto um ET por não ter ligo e nem me interessa. Eu não gosto dessas coisas, é muito Senhor dos Anéis isso.

  2. Érica Santana disse:

    Olha, eu nunca li nenhum livro dessa maravilhosa trilogia, mas só pelo que vejo nos blogs, putz.. tenho uma vontade imeeeensa! Até evito ler as resenhas, né? Spoiler não dá! rs
    Pretendo ler os 3 até o lançamento do filme (já to super ansiosa por ele, hihi)

    “A Trilogia Jogos Vorazes vai além de uma série adolescente. Na verdade, a estória é uma grande crítica a sociedade.”
    SUPER concordo! Pelo que conheço da história.. nossa, vou me apaixonar, assim como por Percy Jackson! (L)

    Beeijos!

  3. Ah,
    Eu sou simplesmente apaixonada por JV. Já tenho a trilogia aqui, mas infelizmente por ter que ler alguns livros com prazos, só consegui ler Jogos Vorazes e Em chamas, mas ainda não li A esperança.
    Concordo com tudo o que vc disse. O enredo, os personagens, tudo é ótimo.
    Sem contar a linguagem que a autora usa, que realmente é bem clara, mas sem subestimar a capacidade de ninguém.

    Bjok

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s