#sextacinefila – Gato de botas chegando por aí.

Um gatinho com voz mansa, que sabe como dobrar alguém e ainda por cima faz aquela carinha coitado está chegando nos cinemas.
Sim,sim, falo dele – O Gato de Botas.

Quando a gente fala dele, vem claro, Shrek na cabeça, mas muito antes das aventuras do Ogro verde, esse gatinho já tinha das suas peripécias na literatura a fora.

Ilustração de Gustave Doré (1832-1886) para o conto de fadas O Gato de Botas

Ilustração de Gustave Doré (1832-1886) para o conto de fadas O Gato de Botas

Você sabia que o original, Gato de Botas, apareceu em uma fábula do francês Charles Perrault, de1697? Na história, o dono de um moinho está para bater as botas e deixa três coisas de herança: o moinho para o filho mais velho, um burro para o do meio, e um gatinho para o caçula.
O filho mais novo fica chateado por ter ganhado uma herança mixuruca mas, ao dar um par de botas para o felino, descobre que o gato é esperto, e pode até ajudá-lo a conquistar a princesa! Moral da história: um amigo fiel (e peludo) vale mais que qualquer grana. Miau-miau.

O filme de 2011, conta a história do gato ainda filhotinho, morando num orfanato, onde seu único amigo era o Humpty Dumpty, um menino em forma de ovo gigante. Juntos, os órfãos ficavam sonhando com um pé de feijão mágico que os levaria até um castelo onde morava uma galinha que bota ovos de ouro (alguém aí já se ligou que conto de fadas é esse?). Enquanto essas grandes aventuras não aconteciam, viraram trombadinhas! Depois de uma noite misteriosa, cada um seguiu o seu caminho. Só se reencontraram 10 anos depois.

É aí que entra a gatinha (mas não mocinha) do filme, Kitty Pata-Mansa, que trabalha para o cabeça de ovo. Os dois têm um plano para impedir os vilões Jack e Jill de destruírem o mundo, mas o Gato ainda não tem muita certeza se pode confiar de novo em seu ex-melhor amigo para melhorar de vez sua reputação, e arriscar uma de suas sete vidas para virar o maior herói de capa e espada (e botas!) de seu tempo.

Bem diferente da história original de O Gato de Botas, é válido assistir. Principalmente pela qualidade dos enredos infantis que estão saindo.
Afina de contas… Desenho não é só para crianças, Hommer que os diga!!!

Trailer:

E falando do filme, não podemos esquecer de tantas publicações literárias do livro infantil. Lembro-me de quando pequena, ter um livro do Gato de Botas e outro da Chapeuzinho Vermelho, eram livros de capa dura bem antigos. Infelizmente não achei foto deles para ilustrar. Mas queria ressaltar essa detalhe no post.
Gato de Botas é um clássico da literatura infantil que com o tempo amadureceu nos trazendo tantas e outras histórias dele.

Anúncios

2 comentários sobre “#sextacinefila – Gato de botas chegando por aí.

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s