The Lying Game

Por Elana (@elanamoreira / Huntersculture)

Ola pessoas, tudo bem?

Então, hoje eu vim falar de uma série que estreou no dia 15 de agosto desse ano, e por enquanto conta com 10 episódios. Eles entraram em hiatus( pra quem não sabe, é quando eles dão uma pausa no meio da temporada, e depois de alguns meses voltam de onde parou), e só voltam em janeiro de 2012. E claro, isso está fazendo com que os fãs fiquem loucos. Porque sim, apenas com 10 episódios, a série já conseguiu muitos fãs, e eu, pra variar, sou uma delas.Haha. Estou falando da série The Lying Game. A série é baseada nos livros da mesma autora de Pretty Little Liars, Sara Shepard, e como não poderia deixar de ser, seu principal atrativo é o mistério. Vamos para os detalhes?

The Lying Game é uma série americana de suspense e drama produzida pela Warner e pela ABC family. O show é baseado em uma série de livros da Sara Shepard. A série estreou em 15 de agosto de 2011.
FONTE: WIKIPÉDIA

A série apresenta Emma (Alexandra Chando), uma jovem que vive em um lar adotivo. Ela descobre ter uma irmã gêmea chamada Sutton, que foi adotada por uma rica família. Quando as duas se encontram, Sutton sugere a Emma que troque de lugar com ela. Acreditando que esta pode ser uma oportunidade para tentar descobrir quem é sua mãe biológica, Emma concorda. No entanto, no dia em que deveriam destrocar de lugar, Sutton não aparece. Agora Emma precisa decidir se deve revelar sua verdadeira identidade aos pais adotivos da irmã ou tentar descobrir sozinha quem é sua mãe, por quê elas foram separadas e onde está Sutton.
FONTE: ORANGOTAG

Posso começar dizendo que foi uma grande surpresa pra mim. Essa coisa de troca de gêmeos me lembra muito “As Namoradas do Papai”, com as irmãs Olsen, ou “Operação Cupido” , com Lindsay Loran fazendo as duas gêmeas. E é claro que na minha infância eu assisti muito (se passar na sessão da tarde eu ainda assisto…rs), mas não me empolguei muito. Mas na falta de uma série boa, já que muitas séries também estão em hiatus nessa época, eu resolvi dar uma chance. E gostei bastante.

A trama começa com as duas irmãs conversando pelo computador, em uma chamada de vídeo. Emma vive em Las Vegas com uma família pobre que só quer o cheque da adoção, e tem um irmão adotivo pervertido, que vive dando em cima dela. Como ela não dá uma chance, ele arma para que ela se ferre, e procurada pela policia, ela resolve fugir pra Phoenix e encontrar Sutton, que foi adotada por uma familia rica, e vive uma vida de princesa, mas é super mal agradecida por tudo que tem. Só que quando ela chega, Sutton insiste para que elas troquem de lugar, enquanto ela vai pra Los Angeles a procura da mãe biologica delas. Emma fica receosa, mas diante de tanta insistencia, aceita o pedido da irmã. E é claro que, depois de levar uma vida sempre pobre, ela se depara com uma mansão, um carro conversivel, um quarto só pra ela e um closet que até eu babei. Nada tão dificil né? Quem não quer uns dias de princesa? Só que fingir ser outra pessoa não é nada fácil, principalmente quando fica bem claro que as duas são completamente diferentes. A semelhança é apenas fisica e nada mais. Enquanto Emma é doce, calma, prestativa, Sutton é arrogante, mandona, metida, entre outras coisas que vocês vão descobrindo. Então ela começa a se inserir na vida de Sutton, e com isso, ela tem que conviver com a familia, que conta com o pai, Ted, a mãe Kristin e a irmã mais nova Lauren. Tem também as melhores amigas Char e Mad, e o tão lindo e maravilhoso namorado secreto, Ethan. Não é nada fácil fingir ser Sutton, principalmente quando as pessoas começam a adorar a “mudança” que ocorreu nela, e não desconfiam que seja outra pessoa, e isso faz com que ela se apegue a essas pessoas e fica com peso na consciencia por estar enganando-as. Mas por trás disso, existe uma grande rede de mentiras, principalmente envolvendo a mãe biologica das meninas. E é ai que tem o verdadeiro mistério. Algumas pessoas não são quem a gente pensa que são, outras entram na série e não temos a minima noção do que os trouxe ali. É muita coisa acontecendo, muito suspense, muito jogo de poder e principalmente, muitas mentiras.

Tenho que dizer que estou adorando a atuação da Alexandra Chanton. Eu sempre pensei que fazer dois papéis ao mesmo tempo deve ser muito dificil. E pra mim, ela está interpretando muito bem duas pessoas completamente diferentes. Realmente não parece ser a mesma atriz, pois dá pra diferenciar a Sutton da Emma super fácil.

Os outros personagens também são bacanas. Gostei muito do lindo e maravilhoso Ethan, da Lauren, do Alec. Não me convenceu muito a atuação da Char e da Mad, mas passa. Agora, uma que não apareceu muito mas eu achei ela o máximo foi a melhor amiga da Emma, Lexi. Ela me conquistou de imediato. E preciso dizer também que existem poucos personagens masculinos, se comparado aos personagens femininos.

Bom, eu particulamente gostei bastante da série e assisti os 10 episódios super rápido. É claro que como nada é perfeito, percebi alguns furos na história. Como por exemplo, a facilidade que Emma aceitou ficar no lugar de Sutton. Quero dizer, como já falei, todos querem uma vida de princesa durante alguns dias. Mas se você realmente pudesse ter essa chance, você toparia ficar no lugar de alguém e fazer uma encenação dessa pessoa? Eu acho que não conseguiria. Mas é claro que isso é uma série, e que se não fosse assim, não teriamos história né? Então é relevante. E é estranho também como ninguém percebe que não é a Sutton. Como que uma bruxinha como ela poderia se transformar em uma pessoa doce como a Emma, e todo mundo simplesmente deixar passar? Acho que poderia ter havido pelo menos desconfianças, porque a transformação é radical demais para acontecer da noite para o dia. Mas mais uma vez, se não fosse isso, não teria história. Então relevo novamente.

As opiniões sobre a série estão bem divididas. Algumas pessoas acharam fraca, outras simplesmente amaram e já estão viciadas. Outras acham que pelo menos não está tendo tanta enrolação como Pretty Little Liars e apesar de amar PLL, tenho que concordar. A trama está acontecendo em um tempo bom, onde nada acontece rápido demais mas também não fica enrolando muito. Particulamente, estou gostando bastante. Me prendeu mais que The Secret Circle.

Pra encerrar, a série de tv não tem muito haver com os livros. Eu ainda não li nenhum livro, mas quem leu e assistiu falou que é completamente diferente. Na verdade, isso não é nenhuma surpresa, pois é o que realmente está acontecendo com todas as séries baseadas nos livros. Dizem que Pretty Little Liars também é muito diferente, assim como The Secret Circle. Esses dois também não li os livros, mas pelas resenhas, realmente parece. Um que posso afirmar com certeza é The Vampire Diaries. Parece que nem é a mesma história, de tão diferente que é (e nesse caso, prefiro a série de tv infinitamente).

Para não perder o costume, vou deixar com vocês o site e um vídeo.

Espero que tenham gostado! Beijosss

Site: The Lying Game

Trailer:

Anúncios

Um comentário sobre “The Lying Game

Obrigado por passar pelo In The Sky.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s